User Experience: entenda a importância deste conceito voltado à usabilidade e satisfação


A experiência do usuário ou UX (user experience) é um termo que se aplica em projetar ao usuário a melhor experiência possível ao utilizar um determinado produto ou serviço. Entretanto, em consequência de uma crescente demanda social, este conceito vem se tornando algo fundamental para as empresas.

Desde que mundo é mundo estamos adaptando as práticas de transformar a experiência dos nossos produtos, ou algo que ofertamos, em satisfatório. Mesmo assim, estas ações apresentam a necessidade de constantes mudanças, visto que estamos também em evolução. Entretanto, nem sempre isso ocorre de maneira ideal, fazendo com que repensemos as nossas práticas, ações ou serviços. Entendendo este conceito que visa à alta performance das empresas e seus necessários debates, a fim de elevar o nível de experiência do produto ou serviço, a IT4CIO apresenta o UX como tema para os seus eventos no formato Executive Day de 2018.

Objetivo do UX

De forma mais acadêmica, user experience é um método de engenharia e design que cria sistemas que funcionem melhor para o usuário pretendido. Com isso eles devem ser incluídos no processo de design, através de pesquisas e testes de usabilidade. Caso contrário, não estamos praticando user experience.

Podemos dizer que o principal preceito é: facilite e atenda as necessidades dos seus clientes. Em seguida, vem a simplicidade e a elegância de se produzir algo fácil e simples de se usar. Com isso, para uma alta perfomance o profissional deve entender a importância de outros serviços como: engenharia, marketing, design gráfico e industrial e design de interface, para a obtenção dos resultados.

Para Leandro Souza, coordenador-geral da pós-graduação e Cursos Livres da Universidade Positivo e co-fundador do Instituto Faber-Ludens de Design de Interação, a ideia central do UX é tornar a experiência do cliente, com a marca, em algo inesquecível. Muita gente acaba traduzindo o conceito apenas para criação de interfaces mais bonitas e usuais, mas UX é algo bem mais amplo, afirma o coordenador. “O consumidor passa a ser de fato, o centro do negócio, portanto, é uma área que abrange todos os aspectos da interação do usuário com a empresa, seus serviços e produtos.” Segundo Leandro, a palavra mágica é empatia. “Empatia é a capacidade de se colocar no lugar da outra pessoa, compreender seus sentimentos buscando solucionar problemas ao criar soluções que atendam às necessidades dessa pessoa.”

As vantagens do UX

Leandro explica que as empresas percebem que UX traz um grande retorno sobre investimento sobre os projetos. Além disso, a integração de UX em outras áreas, principalmente na TI, é mais eficaz com resultados mais rápidos e menor custo.

Pedro Gimene, CIO da SPTrans, comenta que o principal objetivo é ter claramente a percepção do serviço do ponto de vista do cliente. “É comum a área de informática achar que tudo está indo bem e o cliente com problemas na ponta.” Para ele, a principal vantagem configura-se em uma melhora no serviço prestado e uma conversa mais realista com o usuário.

Tendências

Leandro comenta que a principal tendência é integração do UX no DNA da empresa. “O UX não é mais algo entregue no digital ou em um app. É realmente parte integrante da organização trabalhando para entregar uma experiência simples e centrada nos clientes, usuários e empregados. Falando em tecnologia, acredito que a principal tendência é chatbots e sobre o desafio de UX em desenhar interfaces conversacionais, principalmente com apoio de inteligência artificial”, esclarece o coordenador.

Já no ponto de vista do CIO, as tendências são cada vez mais voltadas à entrega e ao usuário final. “Softwares que quebram a cadeia de um acesso (rede, aplicativo, base de dados) podem ajudar muito na prestação do serviço. Os aplicativos mobile, que são a grande tendência, também tem a possibilidade de se “autorregular”, pois, se muito demorados, podem ser rapidamente abandonados. As tecnologias modernas de acesso rápido, associadas à segurança (e aí, há um risco), irão propiciar que a experiência do usuário seja cada vez melhor e cada vez mais levada em consideração”, completa Pedro.

E sua empresa, tem adotado tecnologias UX?

Precisa de soluções de Videoconferência, Colaboração e Redes desenvolvidas tendo o usuário como o centro dos negócios? Nós o ajudaremos consultivamete a escolher a melhor solução para os colaboradores da sua empresa.

Fontes:

http://blog.penseavanti.com.br/o-que-e-o-user-experience/

https://www.culturacolaborativa.com/afinal-o-que-e-user-experience-ou-ux/

#ux #userexperience

19 visualizações