O que avaliar antes de implantar a videoconferência na sua empresa

Atualizado: há 2 dias


E aí sua empresa possui uma sala de videoconferência? Caso a resposta seja não... Saiba que você pode estar perdendo tempo e dinheiro. Os benefícios desse tipo de solução são surpreendentes. Num artigo anterior, listamos os 10 motivos para implantar essa solução. Mas, resumidamente saiba que você pode reduzir significativamente os custos com deslocamentos, com viagens (passagens e hospedagens), além de ganhar na produtividade e melhoria da comunicação entre os colegas, clientes, parceiros e fornecedores. Para lhe ajudar na compra deste equipamento e o que fazer antes de comprar, a Meso selecionou seis dicas. Vamos conhecer?

Dica 1. Qual a capacidade da sua rede de internet?

As marcas de videoconferência estão cada vez mais atualizadas e lutam ao máximo para que não comprometam tanto o uso da rede. Mas, se o mesmo não for bem preparado, a influência atingirá todo o seu projeto, como: cortes no áudio, travamentos de imagens e quedas durante a apresentação. Principalmente porque essa solução exige uma certa quantidade de banda da sua rede. Avalie se a rede atual da sua empresa comportará de forma adequada a videoconferência, caso você verifique que a banda larga não é suficiente, a contratação de um link dedicado pode ser a solução.

Dica 2: Avalie qual será a sua necessidade da sua equipe

Os usuários da videoconferência utilizarão dispositivos móveis (smartphones ou tablets)? Eles estarão disponíveis em seus notebooks e desktops ou será somente através da sala de videoconferência. Faça essa avaliação junto a sua equipe de trabalho.

Dica 3: Verifique se o seu sistema se adapta a outras plataformas

Avalie se a solução ofertada se comunica com outras marcas para que você não fique dependente de um único sistema.

Dica 4: Avalie se a solução é intuitiva e de fácil utilização

É importante ressaltar que nem todos os colaboradores possuem facilidade com sistemas. E quando implantamos uma solução de videoconferência, o objetivo é fazer com que todos usem ao máximo todas as funcionalidades e benefícios. Por isso, avalie se a solução é de fácil manuseio e compreensão. Uma dica é montar um explicativo para todos os seus colaboradores.

Dica 5: Fique atento a segurança da Informação

Toda instituição que utiliza a videoconferência como forma de colaboração precisa ficar atento a segurança do tráfego de dados. Afinal, em reuniões virtuais podem circulam informações restritas, as quais devem pertencem somente a pessoas daquela empresa. Por isso, contrate uma plataforma profissional, como criptografia de dados e etc.

Dica 6: Escolha bem o seu fornecedor

Contratar uma empresa séria e certificada fará toda a diferença na implantação da videoconferência. A Meso é referência nacional em comunicação unificada e trabalha com as melhores marcas. Nossos clientes são tratados como verdadeiros diamantes e antes da implantação da tecnologia, os nossos consultores fazem toda a avaliação de seu ambiente, rede e etc.

Para que você conheça mais sobre a videoconferência, a Meso está ofertando gratuitamente a você uma demonstração de 14 dias da solução. Clique aqui.